Quem Sou

A busca pelo conhecimento sempre fez parte da minha vida. Desde pequena sempre fui uma leitora ávida e uma grande buscadora de amplitude de visão. Ser autodidata sempre fez parte de mim e, nessa busca pessoal, sempre procurei resolver os grandes mistérios que mantinham a minha mente curiosa muito ocupada.

Tive uma infância marcada por perdas, fui obrigada a crescer e a lidar com o mundo real muito precocemente. Isso fez com que a resiliência se instalasse dentro de mim em uma idade na qual as crianças ainda nem sabem bem o que isso significa. 

Na minha busca pela cura e pela compreensão de como as coisas funcionavam no mundo fui encontrando cada vez mais mistérios e cada vez mais explicações. No entanto, a busca externa parecia infindável e a cada passo dado, sentia que o caminho se esticava mais alguns metros à frente. 

Comecei a trabalhar cedo, vivi intensamente, não cumpri muitas regras, morei fora do país por 3 anos, conheci mais de 15 países, aprendi línguas, me formei na Universi-dade de São Paulo, lecionei por 13 anos, subi montanhas, fiz trilhas intermináveis em que me expus a dores e obstáculos extremos, em lugares remotos sem nenhum tipo de comunicação. Fiz um período sabático na América Latina, quase casei com um es-trangeiro, comprei coisas, me desfiz delas, trabalhei em fazendas como voluntária, passei alguns meses em retiros espirituais de silêncio meditando 8 horas por dia, fiz jejum, comi demais, vivi os momentos mais lindos e os piores também... Mas SEMPRE, SEMPRE com a sensação de que faltava alguma coisa...

Será que era um novo destino, um novo namorado, uma nova religião, uma nova dieta sem glutén? Onde eu tinha errado? Por que ainda não havia chegado ao lugar desejado? 

 

Paraíso? Arcadia? Ou

talvez Shangri-la?

Onde estavam esses lugares? Não consegui encontrá-los nem no prazer mais denso da Terra e nem no nível espiritual mais sutil.

Busquei incessantemente e não achei... 

Foi então que eu percebi que, na verdade, o tesouro já estava dentro de mim, o tempo todo. E o buscar desse lugar, desse estado de mente, dessa alegria ou dessa salvação, era parte do caminho, mas não era o destino. Percebi que tudo o que eu fazia nesses momentos externos, era me conhecer mais internamente. Eu já havia chegado ao meu destino e o destino era eu. Eu, no aqui e agora. Eu, imperfeita do jeito que sou. Eu, me aceitando do jeito que sou. Na eterna busca e entendendo que o caminho é o destino. 

Como dizia Guimarães Rosa:

 “Digo: o real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia.”
 

Onde entra a Astrologia e o

Coaching dentro da minha vida?

Essas foram as ferramentas mais poderosas que encontrei na minha busca de Autoconhecimento.

 

Além da minha bagagem autodidata, que sempre foi o meu forte, tive o prazer de estudar e me formar, internacionalmente, com os mais renomados astrólogos da cena atual, nas áreas de: Astrologia Psicológica Moderna, em que estudei diretamente com o pupilo de Liz Greene, John Green, no MISPA (The Mercury Internet School of Psychological Astrology) onde adquiri uma formação extensa e completa de 2 anos em que pude estudar e ser diretamente avaliada por astrólogos como: Lynn Bell, Clare Martin, Darby Costello, Juliet Sharman-Burke, Helen Sewell, entre outros.

 

Também me formei no CPA (Centre for Psychological Astrology), a primeira escola de Astrologia Psicológica do mundo, que foi fundada pela própria Liz Greene e por Howards Sasportas, em 1983, onde os mais renomados astrólogos desse nicho de interpretação lecionam, além dos inúmeros astrólogos que se formaram  nela desde então.

 

Adquiri também uma formação extensa com maravilhosos professores brasileiros da AstroBrasil e Regulus onde absorvi muito conhecimento sobre Astrologia Tradicional, com menção especial ao meu querido mestre Elmer Baumgratz.

 

Mesmo assim, eu ainda sentia que faltava algo, que só a interpretação do Mapa Natal não era o suficiente para realizar o meu sonho de mudar a vida de pessoas... Foi então que decidi fazer a minha formação em Coaching pelo IBC (Instituto Brasileiro de Coaching) e foi aí que tudo mudou.

 

Passei pela primeira vez por um transe Ericksoniano e a chave virou dentro de mim.

 

Entendi que a resposta estava no Inconsciente. O intelecto falhava ao racionalizar todas as questões internas e emaranhados sistêmicos que todos trazem para serem resolvidos nessa vida.

 

Minhas próprias questões foram vindo à tona e se resolvendo nas formações em que fui exposta ao método de Milton Erickson.

 

A Cura através da conexão com o Inconsciente.

 

A Cura através das Emoções.

 

A Cura que só nós podemos encontrar dentro de nós mesmos.

No veneno sempre

estará o Antídoto.

Vi meus padrões e repetições começarem a mudar. Vi minha vida inteira se redesenhar em um período de 2 anos após desbloquear as minhas questões.

 

A vida externa só muda quando você mudar internamente.

 

O Mestre, o Professor, o Coach pode nos mostrar o mapa, mas somos nós que devemos trilhar o caminho. É necessário coragem, mas vale cada desconforto, cada lágrima e cada dor.

 

É dentro que está a resposta. Ela não está fora...

 

E essa é a minha Missão de Vida...

 

Te ajudar a encontrar a melhor rota, a melhor estrada, pois foram muitas as que eu andei.

 

A minha Missão de Vida é ajudar você a Curar a sua Alma.